Abr.16

Como escolher o Vinho ideal

Como escolher o Vinho ideal

Muitas pessoas, dado o seu desconhecimento, optam por vezes, em escolher vinhos, pelas suas garrafas, deixando-se iludir pelo seu design apelativo, o que nem sempre é uma boa opção, tanto podemos descobrir o nectar dos deuses, como o pior vinho que alguma vez provamos. Tendo em conta isto e para aqueles que pretendem iniciar a sua “carreira” como connaisseur de Vinhos, deixamos aqui algumas dicas.

1. Ocasião/refeição: embora muitas vezes discutida, a regra de ouro continua a ser Vinho Branco para pratos de peixe e Vinho Tinto para pratos de carne.

2.  Preço: o preço é sempre algo a ter em conta, existem vinhos que vão desde uns poucos Euros, até às centenas de Euros, no entanto, isso não quer dizer que as que custam menos sejam de menor qualidade, actualmente existem no mercado vinhos muito bons acessíveis a qualquer bolsa.

3. Graduação alcoólica: é outro dos factores a ter em conta, o grau de alcoól, corresponde ao nº de litros de alcoól por 100 litros de vinho, na prática um vinho com um teor de alcoól mais elevado é um vinho mais forte, ou seja mais encorporado, um vinho com um teor de alcoól mais reduzido é mais leve, sendo portanto menos encorporado.

4.  Classificação do Vinho: uma informação importante na selecção do seu vinho, pode ser encontrada no rotulo da garrafa, em Portugal os vinhos de elevada qualidade vêm com a designação VQRD/DOC (Vinho de Qualidade, Produzido em Região Determinada/Denominação de Origem Controlada, se estiver atento a este detalhe, ficará certamente bem servido.

5.   Garrafeira/Loja Gourmet: nestas lojas o cliente poderá ter sempre a ajuda de pessoal especializado, que o aconselhará na escolha de um bom vinho, tendo em conta aquilo que pretende.

6.  Listagem de Vinhos: faça uma listagem dos vinhos que mais lhe agradaram, com indicação de pontos fortes e pontos fracos, apreciação das pessoas a quem foi servido e o preço, tendo o cuidado de a manter sempre actualizada, vai ver que as próximas aquisições vão ser bem mais fáceis.

 

Leave a comment

You are commenting as guest.